Consolidação é o desenvolvimento da fé e do compromisso com Deus e a Igreja. Consolidar é tornar firme, consistente, est">

NÃO PARE EM SIQUEM!

Consolidação é o desenvolvimento da fé e do compromisso com Deus e a Igreja. Consolidar é tornar firme, consistente, estável; é fortalecer. É o que o apóstolo Paulo nos encoraja a viver em Efésios 2:20-22: “Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina; no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor. No qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus em Espírito.”

Algo que representa muito bem a consolidação em nossa vida com Deus é o batismo, pois somente decide batizar quem realmente está firme na fé e na salvação de Cristo Jesus. Só batiza quem está firmado em Jesus.

A consolidação é feita com a ajuda do Espírito Santo e com o apoio de outras pessoas da igreja desde o momento da conversão à Deus. Na verdade, é um processo contínuo na vida com Deus e depende muito de cada um como discípulo de Jesus buscar seu contínuo crescimento e fortalecimento na fé.

A Bíblia contem os princípios, instruções e sabedoria de Deus para que todos possam experimentar a edificação sem ter que passar pelos mesmos erros de outras pessoas. Nós podemos estudar a vida de personagens bíblicos e aprender com eles o que podemos fazer para consolidação das nossas vidas em Deus e também o que não fazer. É o caso, por exemplo, da história de Jacó em Siquem, conforme relatado em Gênesis 31:13; 33:18-20; 34; 35:1-4.

Jacó teve um encontro com Deus que mudou a sua vida. Ele se tornou patriarca da nação de Israel. Mas sua jornada para chegar a pai de uma nação e alcançar os sonhos e promessas de Deus não foi fácil! Ele teve erros, perdas, lutas e muita perseverança. Vejamos um momento da vida deste homem que traz algumas lições para nossa vida com Deus.

1º) Não pare em Siquem (Gênesis 33:18-20)

Jacó tinha ordem para ir a Betel cultuar ao Senhor e começar dali a conquista da Terra Prometida. Ele saiu de Padã-Aram e depois de longa jornada, faltava apenas 64 km até Betel. No entanto, ele parou em Siquem e resolver ficar por ali. Comprou terras, montou acampamento e fixou morada na cercania de Siquem. Ele deveria ir a Betel (Casa de Deus) região onde fica o monte Moriá (Lugar de ver Deus), o mesmo monte em que Abraão levou Isaque para adorar ao Senhor. Jacó, no entanto, se distraiu em Siquem.

Siquem significa ombro e representa o desprezo com as coisas de Deus. Sabe quando você “dá de ombros” para o convite de alguém para ir a sua casa ou para fazer algo, significando que não sabe se vai? A distração de Jacó significou algo assim.

2º) Não saia para ver as filhas de Siquem (Gênesis 34:1-2)

Diná, filha única de Jacó, saiu para se envolver com os costumes e a cultura de Siquem. Ela viu como eram as mulheres daquela localidade e quis ser como elas. Os seus olhos viram e seu coração sentiu o que não deveria e acabou levando-a a agir de modo imprudente.

Ela saiu para ver e acabou sendo vista também. A excursão de Diná em Siquem deixou-lhe marcas e consequências pra toda a vida:

                 Marcas físicas e psicológicas (estupro, gravidez, humilhação, tristeza, medo, etc).

            Perda de integridade (física, moral e espiritual

            Morte

Diná era o adorno da coroa de Jacó, seu pai, e preciosidade de sua família, mas saiu da posição de honra e santidade para misturar-se com as coisas mundanas. Muitos caem no mesmo erro, pois esquecem o valor que têm para Deus, como filho(a) amado(a).

3º) Não negocie o seu chamado e sua santidade (Gênesis 34:8-24)

Uma confusão pode levar a mais confusão. O desvio do propósito de Deus pode levar a um afastamento ainda maior. E foi isso que surgiu para Jacó e sua família depois da confusão com Diná. Hamor, governante de Siquem, quis enlaçar Jacó com propostas de casamento entre seus filhos e outros negócios.

Não troque a terra prometida por um lugar como Siquem. Não abra mão de Betel por coisas terrenas, por lucro ou vantagens econômicas e financeiras. Nem tome a solução do mundo pra resolver o pecado. Não se prostitua com este mundo.

4º) Nossa consolidação é uma ascensão espiritual (Gênesis 35:1-4)

De qualquer ponto que esteja no mundo, todos que visitam Jerusalém, onde está Betel e o monte moriá, irão subir a esta cidade. Assim é a nossa vida com Deus, uma ascensão de compromisso, santidade, consagração e adoração.

Deus quer falar com você e te guiar, não importa sua situação. No meio da confusão, do medo, da insegurança, da incerteza, Deus falou com Jacó. Isso mostra que Deus não desistiu de Jacó e também não desiste de você.

É verdade o que muitos dizem: o cair é do homem, mas o levantar é de Deus! Deus ordenou a Jacó: levante-se, sobe, fica e faz. Assim Jacó agiu: ele levantou, subiu, ficou e fez. E ele levou muitos outros com ele.

Jacó retomou o seu alvo e colocou em ordem sua vida, de sua família e de sua casa e dos seus negócios e partiu para Betel. Com isso, todos foram consolidados, mas tiveram que agir de modo muito sério:

    Tiraram a idolatria (qualquer coisa, lugar ou pessoa que ocupa o lugar de Deus)

    Purificaram-se (arrependimento, confissão de pecados, liberação de perdão e de toda amargura)

    Mudaram suas vestes (santificação)

E disso tudo fica uma grande lição de consolidação para nós: o que não frutifica para Deus deve ser tirado e lançado para fora (Gn 35:4), enterrado como lixo e não como tesouro.

Pr Juliano Cunha


PUBLICADA EM: 03/09/2019 16:38:45 | VOLTAR PARA Mensagens | OUTRAS PUBLICAÇÕES
FONTE: Pr Juliano Cunha


Profissionais da igreja
Tudo o que você precisa:

Nossos contatos
Vamos conversar?

  • 31 - 3245-9009
  • 31 -
  • secretaria@imcbh.com.br
  • juliano.urias@gmail.com
  • Fale conosco

Redes sociais
Curta nossas redes

Liderança e equipe
Conheça nossa equipe